The link was sent to your email.

We were unable send the link to your email. Please check your email.

Missing captcha code. Please check whether your browser is not blocking reCAPTCHA.

Invalid captcha code. Please try again.

GEO5 Software

Online Help

Tree
Settings
Program:
Language:

Análise de acordo com EC 7-1 (EN 1997-1:2003)

A capacidade de suporte da fundação Rd com uma base horizontal é determinada de acordo com o método de análise da capacidade de suporte de sapatas de fundação assentes em bedrock, conforme descrito no suplemento G (informativo) de EC 7-1 (EN 1997-1:2003) "Design of geotechnical structures - Part 1: General rules". Para rochas com resistência reduzida ou danificadas com descontinuidades, incluindo giz com porosidade reduzida inferior a 35%, o método para obtenção da capacidade de suporte baseia-se na classificação das rochas em grupos de rochas, conforme mostra a tabela abaixo. A análise implica a introdução do espaçamento entre descontinuidades Sd, peso volúmico da rocha γ, coeficiente de Poisson ν e resistência à compressão uniaxial σc. Assume-se que a estrutura é capaz de transmitir um assentamento igual a 0,5 % da largura da fundação. Os valores expectáveis para a capacidade de suporte para outros assentamentos podem ser estimados através de proporções diretas. Para rochas fracas e danificadas, com descontinuidades abertas ou preenchidas, é recomendável utilizar valores mais reduzidos do que os valores expectáveis.

Grupos de rochas

Grupo

Tipo de Rocha

1

Calcários e dolomites puros

Arenitos de carbonatos com porosidade reduzida

2

Ígneas

Calcários oolíticos e margosos

Arenitos bem cimentados

Argilas de carbonatos endurecidas

Rochas metamórficas, incluindo ardósias e xistos (clivagem / foliação lisa)

3

Calcários muito margosos

Arenitos mal cimentados

Ardósias e xistos (clivagem / foliação acentuada)

4

Argilas e xistos não cimentados

Bibliografia:

Eurocode 7: Geotechnical design - Part 1:General rules.

Try GEO5 software for free.