The link was sent to your email.

We were unable send the link to your email. Please check your email.

Missing captcha code. Please check whether your browser is not blocking reCAPTCHA.

Invalid captcha code. Please try again.

Online Help

GEO5

Tree
Settings
Product:
Program:
Language:

Metodologia de acordo com Masopust

A curva carga-assentamento de uma estaca isolada é obtida da seguinte forma:

1) O atrito superficial último qs é determinado através da expressão:

onde:

a,b

-

coeficientes de regressão do atrito superficial específico

vi

-

profundidade medida a partir da superfície do terreno até meio da iésima camada [m]

di

-

diâmetro da estaca na iésima camada [m]

e a capacidade de suporte da superfície da estaca é dado por:

onde:

m1

-

coeficiente do tipo de carga

m2

-

coeficiente de proteção do poço

di

-

diâmetro da estaca na iésima camada [m]

hi

-

espessura da iésima camada [m]

qsi

atrito superficial último na iésima camada [MPa]

2) A capacidade de suporte da base da estaca qb é dada por:

onde:

e, f

-

coeficientes de regressão abaixo da base da estaca

D

-

comprimento da estaca inserida em solos [m]

db

-

diâmetro da base da estaca [m]

3) A proporção de cargas aplicadas transferidas para a base da estaca β é dada por:

onde:

qb

-

capacidade de suporte da base da estaca [MPa]

-

média ponderada do atrito superficial último [MPa]

D

-

comprimento da estaca inserida em solos [m]

db

diâmetro da base da estaca [m]

A carga para a mobilização do atrito superficial Rsy é dada por:

onde:

Rs

-

capacidade de suporte da superfície da estaca [N]

β

-

proporção de cargas aplicadas transferidas para a base da estaca [-]

4) A carga para ativação da resistência do poço (= mobilização do atrito superficial) Rsy é dada por:

onde:

Is

-

assentamento-influência

Rsy

-

carga para a mobilização do atrito superficial [N]

d

-

diâmetro da estaca [m]

Es

-

módulo secante do solo ao longo do poço da estaca [MPa]

5) A carga na base da estaca para o assentamento prescrito (para o assentamento limite de 25 mm) é dada por:

onde:

β

-

proporção de cargas aplicadas transferidas para a base da estaca [-]

Rsy

-

carga para a mobilização do atrito superficial [N]

slim

-

assentamento limite (normalmente 25 mm) [m]

sy

assentamento para ativação da resistência do poço [m]

e a resistência da estaca atribuída para um dado assentamento limite slim é dada por:

onde:

Rb,lim

-

carga na base da estaca para o assentamento prescrito [N]

Rs

-

resistência do poço da estaca [N]

Metodologia de acordo com Masopust

Bibliografia:

Masopust, J.: Vrtane piloty. 1st edition, Prague, Cenek a Jezek, 1994, 263 p.

Masopust, J., Glisnikova, V.: Zakladani staveb Modul M01. 1st edition, Brno, AN CERM, 2007, 182 p., ISBN 978-80-7204-538-9.

Try GEO5 software yourself.
Download Free Demoversion.