The link was sent to your email.

We were unable send the link to your email. Please check your email.

Missing captcha code. Please check whether your browser is not blocking reCAPTCHA.

Invalid captcha code. Please try again.

Online Help

GEO5

Tree
Settings
Product:
Program:
Language:

Estabilidade Interna

Força do geo-reforço

A determinação das forças nos geo-reforços é realizada através da divisão e atribuição do empuxo de terra calculado a cada camada. Cada reforço suporta parte do empuxo ativo, que atua na camada correspondente, isto é, a força desenvolvida no reforço Fx = ΣTa,hor.

Forças transmitidas por reforços individuais

A forma da superfície de deslizamento depende na Norma selecionada para a análise.

A análise de estabilidade interna varia consoante o tipo de geo-reforços:

  • reforços extensíveis (Padrão - superfície de deslizamento contínua, AASHTO - Extensible, FHWA NHI-10-024)
  • reforços inextensíveis (AASHTO - Inextensible, JTGD30 - 2004 Highway China Code, TB 10025 Railway China Code, BS 8006 - Coherent Gravity Method)

O empuxo de terra é considerado como ativo para reforços extensíveis, ou como uma combinação de empuxos para reforços inextensíveis.

Verificação da resistência do reforço

A resistência a longo prazo do geo-reforço Rt é calculada a partir dos parâmetros introduzidos para o geo-reforço:

onde:

Rt

-

resistência do reforço a longo prazo

Tult

-

resistência característica do geo-reforço a curto prazo

RFCR

-

coeficiente de redução da deformação a longo prazo (determinado com base no tempo de vida útil do geo-reforço)

RFD

-

coeficiente de redução da durabilidade do reforço (determinado com base no pH do solo)

RFID

-

coeficiente de redução da rotura do reforço ao ser inserido no solo (determinado com base na graduação do solo)

FSUNC

-

coeficiente global da incerteza do modelo

Capacidade de suporte do reforço contra o arrancamento

A resistência do reforço contra o arrancamento é calculado a partir dos parâmetros introduzidos para o geo-reforço e da força normal que atua na direção normal à sua área:

onde:

Tp

-

capacidade de suporte contra o arrancamento

L

-

comprimento do reforço (desde a face frontal até ao final)

Ci

-

coeficiente de interação entre o solo e o geo-reforço

σz

-

tensão geostática vertical

φ

-

ângulo de atrito interno do solo

A verificação da capacidade de suporte do reforço contra o arrancamento pode ser executada de acordo com o fator de segurança ou com a teoria dos estados limite.

Try GEO5 software yourself.
For free, without analysis restrictions.