The link was sent to your email.

We were unable send the link to your email. Please check your email.

Missing captcha code. Please check whether your browser is not blocking reCAPTCHA.

Invalid captcha code. Please try again.

Online Help

GEO5

Tree
Settings
Product:
Program:
Language:

Método De Beer

Este método determina a resistência unitária na base da estaca. O método baseia-se no "efeito de escala" para o ensaio CPT e para a base da estaca.

O método está descrito conforme os passos seguintes, que são realizados a cada 0.2m ao longo do comprimento da estaca.

1) O cálculo de ângulo de atrito interno φ é realizado de acordo com a fórmula (1)

onde:

qc

-

resistência da ponta do cone

σeff

-

tensão efetiva

φ

-

ângulo de atrito interno

2) O Cálculo dos ângulos βc e βp é realizado de acordo com as fórmulas (2) e (3).

Nota: Ambos os ângulos βc e βp não podem exceder os 90°.

onde:

h

-

profundidade

dc

-

diâmetro do cone CPT

D

-

diâmetro da base da estaca

δ

-

coeficiente de forma da base da estaca

Para estacas circulares e quadradas:

Para estacas retangulares:

onde:

B

-

lado menor da base da estaca

L

-

lado maior da base da estaca

3) O cálculo dos valores homogéneos qp(1) é realizado de acordo com a fórmula (4).

4) O cálculo dos valores de redução qp, j+1 é realizado de acordo com a fórmula (5).

onde:

a

-

intervalo da medição

hcrit

-

profundidade crítica

γ

-

peso volúmico do solo

qp(1), crit

-

valor homogéneo para a profundidade crítica hcrit

A profundidade crítica hcrit depende do diâmetro da base da estaca D e do ângulo de atrito interno φ:

Para estacas D < 0,4 m

- hcrit = 0,2 m

Para estacas 0,4 m ≤ D ≤ 0,6 m

- hcrit = 0,2 m para φ < 32,5°

- hcrit = 0,2 m e 0,4 m para φ ≥ 32,5°

Para estacas D ≥ 0,6 m

- hcrit = 0,2 m para φ < 32,5°

- hcrit = 0,2 m e 0,4 m para 32,5° ≤ φ < 37,5°

- hcrit = 0,2 m, 0,4 m e 0,6 m para φ ≥ 37,5°

Nota: O valor de redução final é o menor para todas as profundidades críticas.

Nota: O valor de redução deve ser igual ou inferior ao valor homogéneo.

5) O cálculo dos valores de maximização qp, q+1 é realizado de acordo com a fórmula (6).

Nota: O valor de maximização deve ser igual ou inferior ao valor redução.

6) O cálculo de valores mistos qr,b deve ser realizado como uma média dos n valores de maximização qp, q+1. A resistência unitária da base da estaca é o valor misto para o nível da base da estaca.

Nota: O valor misto deve ser igual ou inferior ao valor homogéneo.

Bibliografia:

Prof. Dr. ir E. DE BEER: METHODES DE DEDUCTION DE LA CAPACITE PORTANTE D´UN PIEU A PARTIR DES RESULTATS DES ESSAIS DE PENETRATION (MEMOIRES - VERHANDELINGEN), online: https://www.bggg-gbms.be/l/library/download/urn:uuid:05c758bb-bf51-4eb7-9dc0-5a03b293f7e0/overige+publicaties.pdf?format=save_to_disk&ext=.pdf

Try GEO5 software yourself.
Download Free Demoversion.